Carreira

Conheça todas as possibilidades do mercado de trabalho em Psicologia!

O mercado de trabalho para Psicologia é bem vasto e vai muito além da prática clínica que é tão conhecida.

Autor
FELUMA
Postado em 31 de março de 2021 - Atualizado em 5 de abril de 2021

O mercado de trabalho para Psicologia é bem vasto e vai muito além da prática clínica que é tão conhecida. O profissional que escolhe essa carreira pode optar por atuar de em diversos segmentos, o que inclui o ambiente empresarial e até mesmo o trabalho de pesquisas.

Você tem dúvidas a respeito desse mercado e se essa profissão é adequada para o seu perfil? Aproveite este artigo para ficar por dentro do assunto e entender melhor as possibilidades que a Psicologia proporciona!

Como a tecnologia impactou o mercado de trabalho da Psicologia

São inegáveis as transformações que a tecnologia trouxe não só para o mercado de trabalho da Psicologia, como para vários outros ramos de atividade. É claro que essa área demanda um contato mais próximo e, principalmente, as várias nuances que envolvem o ser humano (tão complexo quando falamos de emoções).

Isso significa que ainda não estamos perto de utilizar inteligência artificial para tratar de pacientes, por exemplo. Todavia, algumas evoluções já vêm acontecendo e uma delas é a possibilidade de realizar atendimentos online — prática autorizada pelos conselhos da área e que se intensificou com a chegada da pandemia da Covid-19.

As plataformas que permitem fazer videochamadas seguras tornam as consultas ainda mais acessíveis ao público, principalmente para quem precisa de horários mais flexíveis.

Porém, além disso, também podemos citar a utilização da realidade virtual (um avanço ainda mais significativo). Ela pode ser usada para dar suporte a tratamentos que envolvem fobias, alterações comportamentais e condições como o TOC e a síndrome do pânico.

As oportunidades de atuação na Psicologia

Confira, a seguir, algumas possibilidades de atuação na área da Psicologia.

Clínica

Nesse caso, o profissional faz acompanhamento terapêutico de pessoas que chegam ao consultório com alguma queixa psicológica, emocional ou comportamental. O objetivo é promover autoconhecimento, mudanças e alcance do equilíbrio, a fim de trazer alívio ao paciente e lidar com seus conflitos e desafios.

Educacional

Nessa área de atuação, o psicólogo pode trabalhar em duas frentes:

  • acompanhar de perto os alunos e identificar quaisquer problemas (como dificuldade de aprendizado e problemas psicoemocionais);
  • aplicar testes vocacionais com o objetivo de ajudar os alunos a encontrar a carreira com a qual eles têm mais afinidade. É muito comum durante o ensino médio.

Hospitalar

Aqui, em vez da clínica, o profissional trabalha em hospitais com o objetivo de prestar apoio aos pacientes e seus familiares.

A pressão emocional, no entanto, é bem maior, uma vez que o psicólogo precisa lidar com processos de reabilitação ou mesmo tratamentos mais difíceis (que, por vezes, têm apenas o objetivo de trazer conforto para os últimos momentos do paciente).

Social

Nessa área, o psicólogo atua com pacientes que estão em situação de vulnerabilidade, como é o caso de crianças vítimas de violência doméstica e idosos em asilos. Também pode trabalhar na recuperação de detentos nas penitenciárias.

Organizacional

Essa também é uma área da Psicologia muito demandada. Nela, os profissionais trabalham na área de recursos humanos, especialmente com o recrutamento e seleção de candidatos para as vagas abertas.

O objetivo é identificar o perfil profissional ideal para exercer as funções na empresa. Então, o psicólogo contribui para identificar e encontrar as pessoas certas para a empresa, de forma que ela tenham identificação com os valores empresariais e possam trazer bons resultados para o negócio.

Além dessa atuação, há a parte de gestão voltada para o clima organizacional e desenvolvimento de competências. 

Neuropsicologia

A neuropsicologia é uma área relativamente nova e, como o nome sugere, une conceitos da neurologia e da Psicologia. O objetivo é entender melhor o desenvolvimento cognitivo e os processos mentais de um ser humano.

Com esse conhecimento, o profissional passa a estudar a relação entre o funcionamento cerebral e os aspectos psicológicos dos pacientes. Assim, ele pode avaliar as funções cerebrais e identificar como elas podem afetar os comportamentos.

Trânsito

A Psicologia do trânsito visa aplicar testes em quem está fazendo o processo para obter ou renovar a carteira de motorista. Indo além, o profissional também pode fazer análises comportamentais e até mesmo auxiliar aqueles que passaram por alguma situação que gerou estresse pós-traumático (como acidentes). Já existem especializações voltadas para a área de Psicologia do Trânsito

Os ganhos médios de um psicólogo

Os ganhos do psicólogo variam muito com base na área escolhida, a região de atuação e com a formação que o profissional tem. 

O perfil de pessoa ideal para o curso

mulher da área de Recursos Humanos, agradecendo candidata à entrevista, mostrando mais uma forma de exercer a profissão de Psicólogo no mercado de trabalho Psicologia

Antes de decidir entrar no mercado de trabalho da Psicologia, vale a pena avaliar se você tem o perfil ideal para ser esse profissional. É claro que alguns pontos podem variar de acordo com a área de atuação escolhida. 

No entanto, existem alguns pontos que são comuns a todas as áreas de atuação. A seguir, listamos algumas características que são indispensáveis.

Facilidade em se comunicar

Independentemente de qual área de atuação você escolha, ter facilidade e gostar de se comunicar é fundamental. Afinal, é necessário conversar bastante e fazer com que as pessoas compartilhem informações pessoais.

É importante desenvolver a habilidade de saber ouvir e compreender as pessoas, além de saber transmitir diretamente (e de forma clara) a mensagem que você deseja passar. Aqui, entra também a questão do relacionamento interpessoal, visto que é necessário saber lidar com as pessoas e se conectar a elas.

Não alimentar preconceitos

Todo psicólogo lida com uma grande diversidade de pessoas e perfis distintos. Respeitar e lidar com a individualidade delas — em termos de orientação sexual, religião, identidade de gênero e aspectos sociais, por exemplo — é indispensável para a prática.

Empatia

O psicólogo também precisa ter sensibilidade de entender o que o outro está passando e encontrar as maneiras mais adequadas de ajudá-lo a lidar com os problemas e promover entendimento das questões emocionais e comportamentais.

Entender um pouco mais sobre como está o mercado de trabalho para Psicologia é o melhor caminho para fazer uma escolha acertada para a sua profissão. Dessa forma, você já entra na área sabendo melhor quais são os possíveis ganhos, quais habilidades precisa desenvolver e o que pode encontrar pelo caminho.

O que achou do artigo? Compartilhe-o com seus amigos que também pretendem fazer o curso. Dessa forma, eles ficam conhecendo esse mercado um pouco melhor e tomam decisões mais bem embasadas.

Posts Relacionados

O que é fisioterapia: entenda como é o curso de graduação e o que faz um fisioterapeuta!

FELUMA
15 de junho de 2021
leia agora

10 dicas para montar uma rotina de estudos e passar no vestibular!

FELUMA
18 de maio de 2021
leia agora

O que estuda a Psicologia? Conheça as matérias!

FELUMA
1 de abril de 2021
leia agora

Fique por dentro das nossas novidades!

Insira o seu melhor e-mail e receba conteúdo exclusivo

    Ciências Médicas de Minas Gerais
    Alameda Ezequiel Dias, 275, CEP: 30130-110
    Belo Horizonte/MG - Brasil
    FacebookTwitterInstagram
    Copyright © 2020 Fundação Educacional Lucas Machado. Todos os direitos reservados.