• 17/12/2018

    A Feluma, Fundação Educacional Lucas Machado inaugurou, no dia 12 de dezembro, a Clínica Odontológica da Pós-graduação Ciências Médicas, sob a coordenação do Doutor e Professor Eustáquio Afonso Araújo. A solenidade foi marcada pela presença de diversas autoridades, professores e profissionais das Ciências Médicas, dentistas e demais convidados.

    No auditório da Feluma, o presidente Dr. Wagner Eduardo Ferreira abriu a cerimônia de inauguração, destacando a importância da clínica para a cidade, não só no aperfeiçoamento e especialização de profissionais qualificados, mas também na contribuição filantrópica de atendimento a pacientes do SUS.  Na sequência, o professor Eustáquio apresentou os cursos de Pós-graduação em Odontologia, a equipe de professores e a Clínica Odontológica, que juntos dão à unidade de formação profissional o nível de excelência.

    Após a cerimônia de abertura, os mais de 140 convidados conheceram as instalações da clínica, que ocupa todo um andar de 350 m2 do prédio, onde funciona a área matricial da Feluma, na Avenida Afonso Pena esquina de Avenida Brasil. Um lugar criteriosamente planejado com estrutura física e tecnológica de ponta para garantir a melhor especialização aos profissionais e, ao mesmo tempo, uma prestação de serviço odontológico de alta qualidade.

    Dentro da prática dos cursos de Pós-graduação em Odontologia, haverá atendimento ao público em geral, selecionado por meio de triagem. Os atendimentos serão direcionados as várias especialidades, a maioria delas não cobertas pelo SUS, como implantes. Para o Dr. Eustáquio, a proposta audaciosa que chega como um presente para Belo Horizonte, também chega como estímulo para novos projetos na área da Odontologia.

    “Quando veio o convite, idealizamos para começar exatamente pela área de Pós-graduação, buscando a parte de excelência e aprimoramento. Assim, nós teremos todas as áreas da odontologia contempladas, envolvendo aperfeiçoamento, especialização, minirresidência. Criando aí uma semente muito forte para que esta Pós-graduação venha suprir as necessidades para desenvolver, no futuro, a graduação, que será o espelho da excelência da Pós-graduação em Odontologia”.

     

  • 14/12/2018

    A Pós-graduação Ciências Médicas, por meio da Feluma, Fundação Educacional Lucas Machado, fechou parceria com o setor de saúdeda cidade de Matosinhos em Portugal, para oferecer aos alunos do curso de DRG (Grupo de Diagnóstico Relacionado) um estágio internacional. Uma oportunidade de ver a metodologia, aprendida no curso, aplicada na prática por uma localidade que adotou o modelo DRG há 30 anos.

    O acordo de intercâmbio foi assinado com o diretor da Unidade Local de Saúde de Matosinhos, e também diretor do Hospital Pedro Hispano, Dr. Victor Emanuel Marnoto Herdeiro, que esteve em Belo Horizonte. A unidade de saúde local, que corresponderia a uma secretaria de saúde no Brasil, foi a primeira em Portugal a olhar a saúde de uma forma integrada entre cuidados primários e hospitalares, garantindo continuidade do cuidado ao longo de toda jornada do paciente.

    “Somos um hospital muito diferenciado, mas nosso propósito é investir na prevenção e tratamento adequado da doença para que as pessoas precisem menos de cuidados hospitalares. Somos o primeiro país a introduzir os DRGs, que medem a complexidade dos atos e dão um valor homogenio a eles. Neste ponto de vista, melhora a qualidade assistencial, porque ao mesmo tempo impõe limites a internação, o paciente não tem alta antes do tempo, mas não fica mais tempo que o necessário no hospital”.

    A proposta do curso de DRG da Pós-graduação Ciências Médicas é formar gestores que sejam capazes de organizar o sistema de saúde, incluindo o hospital, para oferecer uma medicina com resultados e sem desperdício. Renato Camargos Couto, coordenador da Pós-graduação de DRG, Gestão de Saúde e Gestão de Sistemas de Saúde, explica que para melhorar os resultados não adianta uma intervenção só no hospital, ela é uma intervenção no sistema de saúde que antecede e que sucede o próprio hospital.

    “No estágio internacional em Matozinhos, encontramos uma proposta integrada, que permite organizar esse percurso do paciente ao longo do sistema de saúde. Lá eles conseguiram uma maneira de simplificar esta complexidade e, agora, os nossos alunos vão poder aprender lá e aplicar aqui no Brasil”.

    Durante o período do curso em Portugal, os alunos vão ter a oportunidade de exercitar o diagnóstico, o planejamento e a execução das soluções já implementadas em Matosinhos, mas de uma forma que se adapte aos problemas daqui.

    O curso de DRG tem duração de 18 meses, ao final os alunos podem optar pelo estágio internacional com duração de 5 dias. A disciplina é optativa e pode ser feita também, por alunos que já concluíram o curso.

     

  • 14/12/2018

    A Feluma, Fundação Educacional Lucas Machado, firmou parceria com a Prefeitura Municipal de Nova Lima, que se torna mais um campo de Internato de Saúde Coletiva para os alunos da Faculdade Ciências Médicas.

    Na solenidade de assinatura da parceria, estiveram presentes o presidente da Feluma, Dr. Wagner Eduardo Ferreira, o vice-presidente professor José Maria Borges, o diretor da Faculdade Ciências Médicas, professor José Celso Cunha Guerra Pinto Coelho, o prefeito de Nova Lima, Vitor Penido, o secretário municipal de Saúde, José Roberto Lintz Machado, e o ex-diretor da Faculdade Dr. José Rafael Guerra, que foi um dos idealizadores do internato na instituição. Também marcaram presença membros da equipe da Secretária de Saúde do Município e vereadores.

    O internato de Saúde Coletiva, que em 2019 completa 30 anos, é uma oportunidade para os alunos se integrarem aos trabalhos desenvolvidos pelas equipes de saúde locais, especialmente do Programa de Saúde da Família (PSF). São várias ações que incluem atividade clínica ambulatorial, saúde coletiva, promoção de saúde prevenção de doenças, visitas domiciliares, entre outras.

    Hoje cerca de 280 alunos da Faculdade Ciências Medicas participam dos internados, tanto o metropolitano que envolve Belo Horizonte e agora Nova Lima, quanto o internato Rural que contempla 12 cidades mineiras.

    Esta parceria além de proporcionar conhecimento e formação prática aos alunos de medicina, enfermagem, fisioterapia e psicologia, também contribui com as cidades na ampliação da oferta de consultas. O atendimento clínico individual feito pelos alunos do internato amplia o acesso da população aos serviços básicos de saúde.

     

  • 03/12/2018

    Nos dias 29 e 30 de novembro, foi realizado o III Encontro Nacional do DRG* Brasil, que neste ano trabalhou o tema “Inovações do DRG Brasil para a transformação do nosso sistema de saúde”.

    No Hotel Ramada Airport Lagoa Santa, líderes de hospitais, operadoras e instituições (saúde suplementar e SUS) trocaram experiências com a aplicação da metodologia para a transformação do modelo remuneratório e assistencial do sistema de saúde brasileiro.

    A Feluma – Fundação Educacional Lucas Machado, mantenedora da Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais que possui a 1ª pós-graduação em DRG do Brasil, apoiou o evento, realizado pelo IAG Saúde – Instituto de Acreditação e Gestão em Saúde.

    Na programação, a Diretora Acadêmica da Pós-graduação da FCM-MG, Kely Pereira, lançou os novos cursos de Especialização com base no DRG do Brasil. Representando o Presidente da Fundação Educacional Lucas Machado, o Prof. Fausto Santos, do Instituto Feluma, participou da Apresentação do Portal Brasileiro de Transparência em Saúde juntamente com representantes da Associação Médica Brasileira (AMB) e do Conselho Regional de Medicina (CRM-MG).

    *DRG – Diagnosis Related Groups (Grupos de Diagnósticos Relacionados) é uma metodologia que permite avaliar e comparar a assistência hospitalar entregue em categorias de produtos e seus custos, facilitando o gerenciamento de gastos e da qualidade assistencial-hospitalar, com foco na segurança do paciente.

    Confira algumas fotos

  • 03/12/2018

    Ampliação do Ambulatório Ciências Médicas: A construção de um prédio de 8 andares, vai proporcionar um grande crescimento na área das especialidades oferecidas, dobrando o atendimento 100% SUS que é feito no local.

    Confira o vídeo com o projeto de expansão

Voltar ao topo