• 04/08/2015

    04/08/2015 – A Fundação Educacional Lucas Machado – FELUMA inaugurou, na última semana, um novo espaço intitulado de Centro de Serviços Compartilhados Prof. Juscelino Kubitschek. Setores como Diretoria, Comunicação, Contabilidade, Planejamento e Qualidade estão reunidos no ambiente que leva esse nome, em homenagem a trajetória de Juscelino como médico de destaque, importante personalidade política, membro do primeiro corpo docente e um dos fundadores da Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais.

    O evento de inauguração contou com a participação de alguns membros do Conselho da FELUMA, assim como autoridades políticas do Estado de Minas Gerais, e ainda, a presença de Jussara Kubitschek, neta de JK.

    Esse novo passo representa o inicio de uma expansão e modernização da FELUMA e seus institutos, que desde o início do ano, vêm passando por obras e reformas a fim de melhorar a infraestrutura e oferecer mais conforto aos colaboradores, alunos e pacientes.

  • 21/07/2015

    Os alunos de diversos períodos do curso de Enfermagem, sob a coordenação da professora Janaina Tizzoni, realizaram nos últimos meses um projeto social em parceria com a Pastoral da Criança, na paróquia São José Operário em General Carneiro, Sabará.

    Os encontros passaram por Cuidados do RN no Puerpério, Cuidado da Mulher e Desenvolvimento da Criança. Palestras, pesagem e orientações, estiveram entre as atividades proporcionadas a comunidades pelos estudantes.

    Para o próximo semestre, o objetivo é expandir a proposta para os alunos de outros cursos na modalidade de extensão.

  • 19/07/2015

    No inicio do mês de julho, todos os colaboradores da FELUMA, puderam se divertir na típica Festa Junina organizada anualmente. Assim como aconteceu em outras edições, a comemoração trouxe consigo um cunho social, condicionando a troca de convites à doação de um 1Kg de alimento não perecível. O resultado foi o montante de aproximadamente 500Kg de donativos incluindo arroz, feijão, açúcar, óleo e macarrão.

    O destino final das arrecadações foi a Casa de Auxílio e Fraternidade Olhos da Luz, no município de Sabará. Fundada em 22 de dezembro de 1998, a instituição atende cerca de 500 pessoas (120 famílias) beneficiadas pelas cestas básicas montadas com os auxílios recebidos. A Escola Profissionalizante Dr. Adolph Fritz também é mantida desta forma, oferecendo diversos cursos, incluindo o de panificação e confeitaria, que permite o fornecimento diário de pães para uma creche, asilos e outros lugares da região.

    Para a FELUMA como instituição filantrópica é de suma importância realizar a atividades que firmem algum tipo de compromisso social.

    Saiba mais em www.instituicaocasadeauxilioefraternidadeolhosdaluz.com e colabore você também com os trabalhos realizados.

  • 14/07/2015

    A Feluma e a Faculdade Ciências Médicas representadas pelas profas. Débora Goulart de Carvalho e Andrea Luiza Drumond das Chagas, participaram da comissão organizadora e do Ciclo de Debates Políticas sobre Drogas e a Juventude: Prevenção o X da questão, promovido pela Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais nos dias 25 e 26 de junho.

    O evento trouxe especialistas à discussão da atual política sobre drogas e abordagens de prevenção e tratamento do uso de álcool, especialmente entre crianças e adolescentes. Além de contribuições da sociedade civil e de diferentes setores do governo, o debate também contou com a apresentação de experiências inovadoras desenvolvidas na atenção aos usuários pelo sistema de justiça.

    As sínteses das apresentações e debates podem ser acessadas pelo link http://www.almg.gov.br/acompanhe/eventos/hotsites/2015/ciclo_drogas_e_juventude/index.html

     

  • 10/07/2015

    Desde o inicio do mês de junho, nossas unidades de assistência em saúde vêm entrando no clima das festividades juninas. O Ambulatório Ciências Médicas foi o primeiro a receber estandartes de Santo Antônio, São João e São Pedro, além de bandeirolas pelos corredores. Já o Ambulatório Dr. Caio Benjamin Dias e o Hospital Universitário Ciências Médicas, foram contemplados logo depois com a típica decoração.

    A proposta faz parte de um projeto de humanização liderado pela professora Debora Goulart. O entusiasmo dos pacientes, acompanhantes e funcionários eram visíveis, assim como a interação e aproximação entre eles. Segundo ela, algumas crianças chegaram a participar de uma dança improvisada e as mães da transformação do ambiente na pediatria. Ações como esta fazem toda a diferença na promoção do bem-estar e valorização das relações entre as pessoas.

Voltar ao topo